quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Se Você Puder











Se você puder, hoje ainda:
olvide contratempos e mostre um sorriso mais amplo para aqueles que lhe compartilham a vida;
dê mais um toque de felicidade e beleza em seu recanto doméstico;
faça a visita, mesmo ligeira, ao doente que você deseja reconfortar;
escreva, ainda que seja um simples bilhete, transmitindo esperança e tranqüilidade, em favor de alguém;
melhore os seus conhecimentos, no setor de trabalho a que esteja empregado o seu tempo;
estenda algo mais de otimismo e de alegria aos que se encontrem nas suas faixas de convivência;
procure esquecer - mas esquecer mesmo - tudo o que se lhe faça motivo de tristeza ou aborrecimento;
leia alguma página edificante e escute música que pacifique o coração;
dedique alguns minutos à meditação e à prece;
pratique, pelo menos, uma boa ação sem contar isso a ninguém.

Estas indicações de apoio espiritual, se forem observadas, farão grande bem aos outros, mas 
especialmente a você mesmo.

Autor: André Luiz
Psicografia de Chico Xavier


Fonte: facebook/brilhevossaluz



Confie Sempre
























Não percas a tua fé entre as sombras do mundo. Ainda Que Os Teus pés estejam sangrando, segue para a frente, erguendo-a por luz celeste, acima De ti mesmo. 
Crê e trabalha. Esforça-te no bem e espera Com paciência. 
Tudo passa e tudo se renova na terra, mas o que vem do céu permanecerá. 
De todos os infelizes os mais desditosos são os que perderam a confiança Em 
Deus e em si mesmo, porque o maior infortúnio é sofrer a privação Da fé e prosseguir vivendo. 
Eleva, pois, o teu olhar e caminha. 
Luta e serve. Aprende e adianta-te. 
Brilha a alvorada além da noite. 
Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te com a aflição ou ameaçando-te com a morte. 
Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia.

Chico Xavier

Fonte Facebook/Brilheavossaluz




A PARÁBOLA DO SEMEADOR


Naquele mesmo dia, Jesus tendo saído de casa, sentou-se perto do mar; e se reuniu ao seu redor uma grande multidão, e por isso, ele subiu num barco onde se sentou, e todo o povo estando na margem; e lhes disse muitas coisas por parábolas, falando-lhes desta maneira:
Aquele que semeia, saiu a semear, e enquanto semeava, uma parte das sementes caiu ao longo do caminho, e vindo os pássaros do céu a comeram; Outra parte caiu entre as pedras, onde não havia muita terra, logo nasceu porque a terra não tinha profundidade. Mas tendo sol se erguido, em seguida, a queimou, e como não tinha raízes, secou.

Outra parte tendo caído entre os espinheiros, e os espinhos vindo a crescer, sufocaram; Outra enfim, caiu na boa terra, deu frutos, alguns grãos rendendo cento por um, outros sessenta e outros trinta.
Esta parábola se aplica a todo aquele que escuta a palavra do Reino e não lhe dá a menor atenção é aquele que recebe a semente ao longo do caminho;
Aquele que recebeu a semente no meio das pedras é o que escuta a palavra, e que a recebe na hora, mesmo com alegria e gosta e acredita, mas ele não tem raízes e não está senão por um tempo, e logo que vem as dificuldades , as perseguições por causa da palavra, a toma como objeto de escândalo e de queda e as esquece;

Aquele que recebeu entre os espinhos é o que ouve a palavra, mas em seguida, as preocupações deste século as paixões e a ilusão das riquezas sufocam em si essa palavra e a torna infrutífera;
Mas aquele que recebe a semente numa boa terra é aquele que escuta a palavra, que lhe presta a atenção e que dá frutos, e rende cento, sessenta por um.
A parábola das sementes representa perfeitamente as diferenças que existem entre nós na maneira de receber e aproveitar os ensinamentos de Jesus, alguns que não observam senão os fenômenos, outros por curiosidades e outros tantos para se intitularam seguidores do Cristo, mas ao obstáculo abandonam estes ensinamentos.
Caros amigos e irmãos, mas quem é o semeador destas sementes? E o que são estas sementes? 
E o que é a boa terra?

O Grande semeador é Jesus que veio ao nosso mundo trazendo a Boa Nova, a sua Doutrina de Amor que neste caso é representada pelas sementes, e boa terra somos nós, espíritos encarnados , que deveríamos receber estes ensinamentos e fazer frutificar cento, sessenta ou mesmo trinta por, mas que deveríamos não desperdiçar esta oportunidade.
Deveríamos receber estes ensinamentos, de modo que ninguém pudesse arrebatá-los de nós esses ensinamentos com raízes profundas, de modo que não viéssemos nós a nos desviar deste caminho sob nenhum pretexto, seja no caminho da vida, diante das dificuldades ou mesmo nos deixar levar pelas paixões e prazeres que o mundo nos oferece, mas quantos de nós realmente recebeu esta semente e a cultiva com amor, para dar estes frutos que Jesus espera de todos nós?

Da mesma forma que o Evangelho de Mateus, nos traz esses ensinamentos de modo muito substancial o Irmão X, (Humberto de Campos) nos traz outra afirmativa tão esclarecedora “Brasil Coração do Mundo, Pátria do Evangelho”.
Mas o que significa esta frase exclamativa? Como podemos entendê-la? O Nosso país teve todo um Planejamento no mundo Espiritual, cujo mentor desta ação é o próprio Cristo. Trabalhando nas esferas espirituais com seus prepostos ainda em Portugal planificando o descobrimento do Brasil para onde deveriam ser trazidos os degredados (injustiçados), os escravos (oprimidos) e juntamente com os nativos (simples) que haveriam de receber da espiritualidade Maior todo o amparo, toda a proteção dos Benfeitores pois seriam eles ou nós mesmo a boa terra para se semear a Boa Nova, por isto Pátria do Evangelho onde deveria pelas condições do seu povo fazer frutificar estas sementes a que Jesus se refere na sua parábola.

Nos orientam os amigos espirituais que esta planificação do Cristo, tem um sentido muito maior para ele mesmo, pois o povo que deveria habitar o nosso país estaria nas mesmas condições do povo onde o próprio Cristo lançou suas primeiras sementes no Oriente, aos pescadores, aos enfermos, aos oprimidos de sua época, por isto o Amor que Jesus tem por nós é maior do que nós podemos imaginar, pois aqui a sua Doutrina podia ecoá, porque vinha ao encontro do seu Messianato.

Coração do Mundo, porque coração do mundo?
“ O nosso Emmanuel é de opinião que dentro do mundo turbulento, com a incompreensão comandando tantos corações, tantos milhões de pessoas, fragmentando-se em lutas sanguinárias, não pode ser motivo de dúvida para nós que o Brasil é o coração do mundo." Que manteve-se inteiro sem desmembrar-se .
Certamente os espíritos reencarnados no Brasil, já experimentaram, em sua maioria numerosas existências. E agora, através da forte religiosidade que caracteriza o povo pacífico, através da propensão para a paz-apesar da onda de violência que nos assalta e que prova nossa resistência-através das dificuldades econômicas e sociais, vamos ressarcindo velhos débitos.

Por isso,o Brasil é realmente a Pátria do Evangelho. Em nossa terra recebemos o mais querido dos imigrantes- o Espiritismo, que resgata a pureza, a essência dos ensinamentos de Jesus. .
Irmãos e amigos, o espírita cristão consciente muito recebeu e muito pode oferecer. 
Evangelizar-se é dever de cada um .
E um povo evangelizado...evangeliza o mundo, através dos exemplos e das oportunidades que oferece para os que aqui reencarnam.

Caros irmãos e amigos, há de se ressaltar que a Pátria do Evangelho só se estabelecerá plenamente no nosso País quando nós tivermos a plena consciência da nossa Reforma Moral, com vistas a Vida Futura.
Abracemos pois, esse compromisso com Jesus.
Que Deus nos abençoe.





sexta-feira, 13 de novembro de 2015

"Aviso Calmante"

O trabalho eficiente deve ser planejado, mas não olvide que as circunstâncias procedem da vida superior.
O tempo é um rio de surpresas.
Use o apoio da bondade e a bateia da tolerância para colher o ouro da Providência Divina no cascalho dos fatos desagradáveis.
A conversa fastidiosa talvez seja o veiculo da valiosa indicação.

A visita que não se espera provavelmente traga uma bênção.
O obstáculo com que não se contava, em muitas ocasiões, traduz o amparo da Espiritualidade Maior, antes que certa dificuldade apareça.
O aborrecimento de um minuto pode ser a pausa de aviso salvador.
A enfermidade súbita, quase sempre, é o processo de que se utiliza o Plano Superior para se impedir uma queda espetacular.

Atenda ao seu programa de ação, conforme os seus encargos, mas não se esqueça da paciência na trilha das suas horas.
Cada um de nós é chamado para a execução de tarefa determinada, mas a habilitação para isso vem de Deus.



Espírito: ANDRÉ LUIZ
Psicografia: Francisco Cândido Xavier

O Cansaço


Quando te sintas sitiado pelo desfalecimento de forças ou o cansaço se te insinue em forma de desânimo, pára um pouco e refaze-te.
O cansaço é mau conselheiro.
Produz irritação ou indiferença, tomando as energias e exaurindo-as.
Renova a paisagem mental, buscando motivação que te predisponha ao prosseguimento da tarefa.

Por um momento, repousa, a fim de conseguires o vigor e o entusiasmo para a continuidade da ação.
Noutra circunstância, muda de atividade, evitando a monotonia que intoxica os centros da atenção e entorpece as forças.
Não te concedas o luxo do repouso exagerado, evitando tombar na negligência do dever.

Com método e ritmo, conseguirás o equilíbrio psicológico de que necessitas, para não te renderes à exaustão.
Jesus informou com muita propriedade, numa lição insuperável, que "o Pai até hoje trabalha e eu também trabalho", sem cansaço nem enfado.

A mente renovada pela prece e o corpo estimulado pela consciência do dever não desfalecem sob os fardos, às vezes, quase inevitáveis do cansaço.
Age sempre com alegria e produze sem a perturbação que o cansaço proporciona.

Pelo Espírito: Joanna de Ângelis

Psicografia: Divaldo Pereira Franco

Livro: "Episódios Diários"



Filosofia de Compreensão


No transcurso de um dia, não faltam motivos para revides, agressões, quedas morais.
Uma pessoa desatenta choca-se contigo e não se desculpa.
Outra, irreverente, diz-te um doesto e segue, sorrindo.
Mais alguém, em desequilíbrio, não oculta a animosidade que lhe inspiras.
Outrem mais,de quem sabes que te censura, e, mentindo contra ti, 
acusa-te, levianamente...
Tens vontade de reagir.
"Também sou humano" — costumas pensar.

Somente que reações semelhantes àquelas não resolvem o problema.
Deves nivelar-te às pessoas, pelas suas conquistas e títulos de enobrecimento, 
numa linha superior, e não pela sua mesquinhez.
Ninguém passa, na Terra, sem provar a taça da incompreensão.
Cada qual julga os outros pelos próprios critérios, mediante a sua forma de ser, 
como é natural.
O que se não possui, é desconhecido; portanto, difícil de identificado noutrem.
Não é necessário que se te despersonalizes evitando apresentar-te conforme és.

Faz-se mister que te superes vencendo a parte negativa do teu caráter, aquela 
que censuras nos outros.Lapidando as tuas arestas, tornar-te-ás melhor e mais feliz.
Aqueles que são exigentes, que gostam de aclarar tudo, resolver as situações que 
lhes surgem, padecem de distúrbios emocionais, sofrem ulcerações gástricas 
e uodenais, vivem indispostos.

Será que esses perturbadores e insolentes do caminho merecem que te desarmonizes?
Segue em paz, durante todo o teu dia, e arrima-te na filosofia da compreensão 
e da solidariedade, ajudando-os, sem reagires contra eles.
Isto será melhor para ti e para todos.

Pelo Espírito: JOANNA DE ÂNGELIS

Psicografia: Divaldo Pereira Franco.

Livro: Episódios Diários




domingo, 1 de novembro de 2015

O espírito reencarna sempre para progredir?


 O espírito reencarna sempre para progredir ?

Sim e a família representa o centro de evolução para todos os seus componentes. 
Todos nós desejamos participar de uma família onde haja: Afeição, amizade, carinho, 
simpatia, ternura e respeito.

Mas nem sempre esse grupo familiar está formado por espíritos com as mesmas 

disposições, temos diferentes bagagens espirituais. O motivo dessa união familiar 
em principio é a reconciliação, depois seguido de reajustes, resgates etc… 
E nem sempre essa união familiar desponta naturalmente.

Começa então a necessidade de ser treinado o exercício do amor diariamente, 

esse exercício se faz necessário, para a evolução de cada um e principalmente 
do grupo. Não é por acaso que todos estão juntos no mesmo lar, foi o resultado 
de uma programação espiritual. 

Importante se faz que os mais evoluídos espiritualmente, 
tomem posição para ajudar os familiares que têm mais dificuldades. 
O hábito do Culto do Evangelho no lar, é uma poderosa solução. 
Se nunca fizemos comecemos Jesus Cristo, estará ao nossa lado nas nossas 
decisões.

Uma vez mais o amor é considerado o exercício mais importante. 

Não importa qual o membro da família, a mãe, o pai ou um dos filhos, vai trabalhar 
para a evolução familiar. Será aquele que estiver em condições de plantar dentro 
desse lar o respeito e a paz. Pode não ser fácil, mais cada um fazendo a sua parte 
estará trabalhando em prol do seu desenvolvimento e dos seus familiares, em 
conformidade com os ensinamentos de Jesus "Reconcilía-te com teu adversário, 
enquanto estais a caminho."

Fonte:Facebook/avidacontinua



Por que sofremos?



Primeiramente, porque moramos num planeta de Provas e Expiações, ou seja, 
em um planeta onde encarnam espíritos comprometidos com a lei de Deus. 
Estes espíritos estão tendo a oportunidade de corrigir faltas que cometeram 
em uma vida anterior. Na família, por exemplo, geralmente, nos reencontramos 
com os desafetos do passado que voltam como pai, mãe, filhos, irmãos, etc. 

Por isso, adquirimos  mais afinidades com uns do que com outros.
É a oportunidade de fazermos as pazes. Assim acontece com as doenças. 
Elas nos mostram o quanto é necessário prevenir para não precisar cuidar dela. 
Se uns estão sofrendo é porque estão colhendo e se outros estão abusando colherão.


Fonte:Facebook/avidacontinua



A vida continua




No Repouso


Antes do repouso noturno, deixa as preocupações à margem.
O travesseiro não aconselha a ninguém.
A noite bem repousada, os encontros espirituais durante a fase do sono, 
são os propiciadores da inspiração que soluciona as questões em pendência.
Assim, lê uma pequena página de otimismo antes de dormir, a fim de que ela 
te estimule os centros do pensamento sadio.


Ora com íntima confiança em Deus.
Entrega-te em paz ao repouso.
Quando despertares, estarás renovado e, se retornares à Pátria Espiritual, 
enquanto o corpo dorme, terás melhor condição de compreender e seguir 
tranqüilo os novos rumos que a vida te concede.


Fonte: facebook/avidacontinua


segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Deus, Teu Refúgio



Deus é o teu amigo perfeito, acessível, sempre disposto a ouvir-te as queixas 

e a apresentar-te soluções.
● Jamais se cansa, nunca se exaspera.
● Se buscado, atende, paciente.


Quando rejeitado pela ignorância ou rebeldia humana, permanece, discreto, aguardando. Silencioso, fala em todas as expressões da Natureza, manifestando-se de mil modos impossíveis de não serem percebidos.

Sempre indulgente, é refúgio seguro, onde o consolo se expande, tranquilizando aquele que busca albergue. Está suficientemente perto para tomar conhecimento das tuas necessidades. No entanto, não te constrange, obrigando-te a receber-lhe o auxílio.

Ele te propõe sugestões supremas e conselhos sensíveis, com a claridade da sabedoria que te ilumina interiormente. Às vezes, te inspira antes dos acontecimentos para que te poupes aos desastrosos e te beneficies com os favoráveis.

Com Deus no coração e na mente agirás com decisão feliz e desempenharás as tuas tarefas com dinamismo elevado. Ele provê todas as tuas necessidades, mas não as assume, anulando o teu esforço e valor, assim candidatando-te à inutilidade.

Ele te abençoa, quer o busques ou não. Contudo, se te elevas em pensamento, sintonizando com Suas dádivas, assimilarás melhor a radiação'>irradiação desse 
supremo amor.
Nada faças sem te apoiares nesse Amigo certo, seguro e paternal, que é Deus.


Joanna de Ângelis


terça-feira, 20 de outubro de 2015

Doadores de Paz


 

Terra e sim a divisão; entretanto, em outro lance dos seus ensinamentos, afirmou-nos, convincente: - A minha paz vos dou, mas não vô-la dou como o mundo a dá.

O Divino Mestre deu-nos claramente a perceber que, para sermos

"Não penseis que vim trazer paz à Terra;

não vim trazer a paz, mas, a espada". - Jesus. (Mateus, 10:34.)


Os obreiros da paz são sempre esteios benditos, na formação da felicidade humana.
Os que falam na concórdia...
Os que escrevem, concitando a serenidade...
Os que pregam a necessidade de entendimento...
Os que exortam à harmonia...
Os que trabalham pelo equilíbrio...

Os verdadeiros pacificadores, no entanto, compreendem que a paz se levanta por dentro da luta e, por isso mesmo, não ignoram que ela é construída - laboriosamente construída - por aqueles que se dedicam à edificação do Reino do Amor, entre as criaturas, tais quais sejam:
Os que carregam os fardos dos companheiros, diminuindo-lhes as preocupações;
Os que aguentam, sozinhos, pesados sacrifícios para que os entes queridos não se curvem, sob o peso da angústia;
Os que procuram esquecer-se para que outros se façam favorecidos ou destacados;

Os que abraçam responsabilidades e compromissos de que já se sentem dispensados, para que haja mais amplas facilidades no caminho dos semelhantes.
Em certa ocasião, disse-nos Jesus: - Eu não vim trazer paz às construtores da paz, é preciso saber doar-lhe o bálsamo vivificante, em favor dos outros, conservando, bastas vezes, o fogo da luta pelo próprio burilamento, no fechado recinto do coração.
*****


Pelo Espírito EMMANUEL

Psicografia Francisco Cândido Xavier

Livro: "Mais Perto" - Edição GEEM

Fonte: Eu Espírita



Viver Melhor


Todos queremos ser felizes, viver melhor.
Entretanto, ouçamos a experiência.

A felicidade não é um tapete mágico. Ela nasce do bem que você espalhe, não daqueles que se acumulam inutilmente.
Tanto isto é verdade que a alegria é a única doação que você pode fazer sem possuir nenhuma.
Você pode estar em dificuldade e suprimir muitas dificuldades dos outros.

Conquanto às vezes sem qualquer consolação, você dispõe de imensos recursos para reconfortar e reerguer os irmãos em prova ou desvalimento.
A receita de vida melhor será sempre melhorar-nos, através da melhora que venhamos a realizar para os outros.
A vida é dom de DEUS em todos.
E quem serve só para si não serve para os objetivos da vida, porque viver é participar, progredir, elevar, integrar-se.

Se aspiramos a viver melhor, escolhamos o lugar de servir na causa do bem de todos.
Para isso, não precisa você condicionar-se a alheios pontos de vista.
Engaje-se na fileira de servidores que se lhe afine com as aptidões.
Aliste-se em qualquer serviço no bem comum.
É tão importante colaborar na higiene do seu bairro ou na construção de uma 
escola, quanto auxiliar a uma criança necessitada ou prestar apoio a um doente.

Procure a Paz, garantindo a Paz onde esteja.

Viva em segurança, cooperando na segurança dos outros.
Aprendamos a entregar o melhor de nós à vida que nos rodeia e a vida nos fará 
receber o melhor dela própria.

Seja feliz, fazendo os outros felizes.
Saia de você mesmo ao encontro dos outros, mas não resmungue, nem se queixe contra ninguém. E os outros nos farão encontrar DEUS.

Não julgue que semelhante instrução seja assunto unicamente para você que ainda se acha na Terra. Se você acredita que os chamados mortos estão em paz gratuita, engano seu, porque os mortos se quiserem paz que aprendam a sair de si mesmos e a servirem também.

*****

Pelo Espírito ANDRÉ LUIZ

Psicografia Francisco Cândido Xavier

Livro: "Respostas da Vida"

  Fonte: Ser Espírita



Arte de Ouvir


Onde quer que te encontres, de uma ou de outra forma, despertarás o 
interesse de alguém. Algumas pessoas poderão arrolar-te como 
antipático e até buscarão hostilizar-te.
Outras se interessarão por saber quem és e o que fazes.
Inúmeras, no entanto, te falarão, intentando um relacionamento fraterno.


Cada qual sintonizará contigo dentro do campo emocional em que estagia.
Como há carência de amigos e abundância de problemas, as criaturas andam 
a cata de quem as ouça, ansiando por encontrar compreensão.
Em razão disso, todos falam, às vezes simultaneamente.


Concede, a quem chega, a honra de o ouvir.
Não te apresses em cumulá-lo de informações, talvez desinteressantes para ele.
Silencia e ouve.
Não aparentes saber tudo, estar por dentro de todos os acontecimentos.
Nada mais desagradável e descortês do que a pessoa que toma a palavra de 
outrem e conclui-lhe a narração, nem sempre corretamente.


Sê gentil, facultando que o ansioso sintonize com a tua cordialidade e descarregue 
a tensão, o sofrimento...
No momento próprio, fala, com naturalidade, sem a falsa postura de intocável ou 
sem problema.
A arte de ouvir é, também, a ciência de ajudar.
*****



Pelo Espírito Joanna de Ângelis

Psicografia Divaldo Pereira Franco

Livro: Episódios Diários

Fonte: Eu espírita





quinta-feira, 8 de outubro de 2015


Ser Espírita


Ser Espírita:
É ser clemente, é ter a alma de crente sempre voltada pro Bem.
É ensinar ao que erra, e entre os atrasos da Terra, não fazer mal a ninguém.
É sempre ter por divisa tudo o que é nobre e suavizar o pranto, a dor, a aflição.
E fazendo a caridade, evitar a orfandade, o abismo da perdição.
Em Deus, é ter sempre crença profunda, sincera, imensa, consubstanciada na Fé.
É guardar bem na memória os bons conselhos e a glória de Jesus de Nazaré.
É perdoar a injúria, é suavizar a penúria de quem já não tem um pão.
É se tornar complacente para o inimigo insolente, tendo por lema: o perdão.
Ser Espírita:
É ser clemente, é ter alma de crente sempre voltada pro Bem.
E entre os atrasos da Terra, não falar mal de ninguém.

(Eurípedes Barsanulpho - 18/01/1914)




Dor e Bênção


Ninguém passa, na Terra, sem experimentar o aguilhão do sofrimento.
De uma ou de outra forma a vida física é uma experiência educativa com objetos definidos, quais os de auxiliar o Espírito a lapidar as imperfeições e aproximá-lo, o mais possível, da felicidade.
Por isso mesmo, no educandário terrestre, todos lhe conhecem as garras que ferreteiam as carnes da alma, nas várias expressões em que a mesma se expressa.
Ansiedades e amarguras, necessidades e dissabores, enfermidades e infortúnios, fome e carências outras são recurso de que a Vida se utiliza para disciplinar as criaturas propondo-lhes sublimação.

Não te consideres desventurado, porque o sofrimento te alcançou diminuindo a intensidade festiva da tua quadra de ilusões.
Durante seu curso, recorda os momentos ditosos que passaram e torna menos ásperos estes que agora te visitam.

Da mesma forma, amanhã estará mudada esta paisagem aflitiva e te encontrarás mais bem aquinhoado, em razão da experiência que incorporarás às tuas conquistas.
Aprenderás a abençoar a saúde e a valorizar os bens da amizade, os dons do trabalho, prolongando as horas de bem-estar, cultivando pensamentos e atitudes positivos, que te favorecerão com energias e disposição para todos os embates que enfrentarás.

Compreenderás com mais facilidade os alheios padecimentos, tolerando as agressões e disparates de outros indivíduos mais atribulados do que tu.
Sentir-se-ás mais humano e sensível aos problemas do próximo, tornando-te naturalmente, solidário com todos aqueles que te busquem a ajuda ou a simples presença fraternal.

Dilatarás a visão a respeito da vida e reflexionarás mais intensivamente sobre a transitoriedade do corpo e o caráter eterno do ser em si mesmo.
Descobrirás o sentido dos acontecimentos, assimilando-lhes bem as propostas evolutivas, sem nadas contra a correnteza.

Os problemas, naturalmente, chegar-te-ão da mesma forma; no entanto, com esta experiência que proporciona sabedoria, poderás solucioná-los sofrendo menos aflições.

Quando te conscientizas das razões do sofrimento, estes se tornam suportáveis, tendo diminuídas suas cargas desgastantes.
Quando te resignas diante dos testemunhos, estes perdem a intensidade perturbadora.
Quando abençoar a própria dor, nela, reconhecendo os benefícios que fruirás, encontras a técnica perfeita para vencê-la e ser feliz.




*Mensagem extraída do livro “Luz da Esperança”, psicografia de Divaldo franco, pelo Espírito Joanna de Ângelis.
 Facebbook/amigosdechicoxavier.






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...